Dra Tatiana Moura

Blefaroplastia

Dra Tatiana moura

Blefaroplastia

Indicação blefaroplastia:

Blefaroplastia é uma cirurgia estética destinada a remover o excesso de pele das pálpebras superiores e/ou inferiores e a correção das bolsas palpebrais.

A medida que a pessoa envelhece, a pele perde grande parte da sua elasticidade, tornando-se flácida e com rugas. Este processo, que pode ser acelerado pela perda súbita de peso, faz com o que as pálpebras fiquem flácidas. A remoção de pele das pálpebras leva a um aspecto mais jovial ao paciente.

Anestesia blefaroplastia:

Pode ser realizada com anestesia local/sedação ou anestesia geral.

Procedimentos blefaroplastia:

Na blefaroplastia superior, remove-se do centro de cada pálpebra superior um fuso horizontal de pele, de modo que a cicatriz corra ao longo de uma prega natural. Na blefaroplastia inferior, a incisão é feita abaixo dos cílios, de modo que a cicatriz fique na zona de sombra da mesma e se camufle em ruga de expressão. Também pode ser realizada a incisão transconjuntival quando não há excesso de pele, apenas a protrusão das bolsas de gordura.

Dura cerca de 1h e 30 min. O procedimento de cantopexia pode ser associado nos caso de flacidez palpebral importante.

Riscos blefaroplastia:

Hematomas e alterações cicatriciais podem ocorrer, porém, são muito raros.

Pós operatório blefaroplastia:

O edema e equimoses (roxos) importantes desta cirurgia devem-se principalmente a frouxidão dos tecidos desta área durando em média 10 dias. Cuidados com colírios e limpeza são necessários para se evitar conjuntivites no pós operatório recente. Compressas geladas auxiliam na recuperação.

Quando devo trocar a prótese?

Até recentemente, era recomendada a cada dez anos, pois se sabia que, a partir dessa data, o risco de quebra do implante mamário aumentava significativamente. Atualmente, a grande resistência oferecida pelas novas próteses de gel de alta coesão, garantem uma vida quase vitalícia. Recomendo check-ups regulares para verificar sua condição, mas os laboratórios do fabricante estimam para essas novas próteses que a maioria das mulheres submetidas a aumento de mama não precisará de substituição de implante mamário antes de vinte e cinco ou trinta anos; e em muitos casos não será necessário substituir a prótese.

Anestesia local ou anestesia geral?

Um dos medos de algumas pacientes é a anestesia. Tradicionalmente, o aumento do peito é uma cirurgia que fazemos sob anestesia geral. Embora seja uma operação de pouco tempo, é aconselhável realizá-la sempre sob o controle estrito do anestesista na sala de cirurgia e em um centro hospitalar que tenha todas as medidas de segurança. Atualmente, temos a possibilidade de realizar essa cirurgia com anestesia local e sedação mínima, o que permite que o paciente esteja praticamente acordado durante toda a intervenção.

No meu canal de Youtube tenho mais de 100 vídeos explicativos de procedimentos

Tem alguma pergunta? Ligue para nós agora!

Rua Itapeva 378, CJ 133, Bela Vista - São Paulo