Dra Tatiana Moura

DRA TATIANA MOURA

Hipertrofia dos mamilos

Dra Tatiana moura

@dratatianamoura

Hipertrofia dos mamilos

Mamilos hipertróficos ou proeminentes, quando os mamilos muito grandes são projetados. Pode ser relativo a uma pequena aréola, ou pode ser devido a uma alteração no desenvolvimento das mamas, ou como consequência da amamentação. Podemos encontrar mamilos longos demais, pendurados ou mesmo dobrados sobre si mesmos e, em alguns casos, causar dor e lesões, mas, acima de tudo, afetar a vida íntima do paciente.

 

Um dos casos mais comuns ocorre como sequela da gravidez, após completar a amamentação. Podemos retornar o mamilo ao seu tamanho normal com técnicas de cirurgia plástica que preservam a sensibilidade e a capacidade de amamentar no futuro.

A operação é realizada através de uma incisão na base inferior do mamilo, eliminando parte dela. A cicatriz é imperceptível e está escondida pelo mesmo mamilo e sua cor escura. Os resultados são imediatos e permanentes, embora nos primeiros dias o paciente note uma leve inflamação.

Nestes casos, é aconselhável tomar o sol, a fim de pigmentar a cicatriz e, assim, adquirir a mesma cor que o resto do mamilo. O objetivo é atender a cada necessidade estética de forma personalizada e dar confiança e segurança aos pacientes, utilizando desde as técnicas menos invasivas até as mais sofisticadas operações de cirurgia plástica. Na sua primeira consulta de diagnóstico e após avaliar seu estado geral, você será informado sobre as opções mais adequadas ao seu estado de saúde, sua idade, sua anatomia e suas expectativas futuras.

Quando devo trocar a prótese?

Até recentemente, era recomendada a cada dez anos, pois se sabia que, a partir dessa data, o risco de quebra do implante mamário aumentava significativamente. Atualmente, a grande resistência oferecida pelas novas próteses de gel de alta coesão, garantem uma vida quase vitalícia. Recomendo check-ups regulares para verificar sua condição, mas os laboratórios do fabricante estimam para essas novas próteses que a maioria das mulheres submetidas a aumento de mama não precisará de substituição de implante mamário antes de vinte e cinco ou trinta anos; e em muitos casos não será necessário substituir a prótese.

Anestesia local ou anestesia geral?

Um dos medos de algumas pacientes é a anestesia. Tradicionalmente, o aumento do peito é uma cirurgia que fazemos sob anestesia geral. Embora seja uma operação de pouco tempo, é aconselhável realizá-la sempre sob o controle estrito do anestesista na sala de cirurgia e em um centro hospitalar que tenha todas as medidas de segurança. Atualmente, temos a possibilidade de realizar essa cirurgia com anestesia local e sedação mínima, o que permite que o paciente esteja praticamente acordado durante toda a intervenção.

No meu canal de Youtube tenho mais de 100 vídeos explicativos de procedimentos

Tem alguma pergunta? Ligue para nós agora!

Rua Itapeva 378, CJ 133, Bela Vista - São Paulo