Dra Tatiana Moura

DRA TATIANA MOURA

EnglishPortugueseSpanish

Otoplastia

Dra Tatiana moura

Tem alguma pergunta? Ligue para nós agora!

Outras Cirurgias.

No meu canal de Youtube tenho mais de 100 videos explicativos de procedimentos

Indicação:

Orelhas salientes ou orelhas em abanos, são orelhas excessivamente distantes da cabeça.
Desta forma, costumam ficar muito aparentes na visão anterior e posterior do indivíduo. Esta condição pode levar a constrangimento, o que motiva o paciente a submeter-se a cirurgia.

Idade:
A otoplastia idealmente deve ser realizada a partir de 6 anos de idade, quando a orelha já atingiu 85% do tamanho adulto.

Orelhas protruídas, hipertrofia de concha, apagamento da antihelix e assimetria auricular.

Anestesia:

Local com sedação ou anestesia geral.

Procedimentos:

Através de uma incisão retroauricular realiza-se o deslocamento da pele e a exposição posterior da cartilagem. Após o tratamento da concha e da antihelix a pele é suturada e o curativo em capacete é realizado.

Riscos:

Sangramento e/ou infecção são raros. Recidivas podem ocorrer em 3% dos casos e este número aumenta para 30% se o uso da faixa for inadequado.

Pós operatório:

O paciente permanece 48 horas com o curativo e depois da retirada do capacete usar uma faixa para manter a orelha no lugar por 30 dias. Os pontos são retirados com 10 a 14 dias de pós operatório.

Quando devo trocar a prótese?

Até recentemente, era recomendada a cada dez anos, pois se sabia que, a partir dessa data, o risco de quebra do implante mamário aumentava significativamente. Atualmente, a grande resistência oferecida pelas novas próteses de gel de alta coesão, garantem uma vida quase vitalícia. Recomendo check-ups regulares para verificar sua condição, mas os laboratórios do fabricante estimam para essas novas próteses que a maioria das mulheres submetidas a aumento de mama não precisará de substituição de implante mamário antes de vinte e cinco ou trinta anos; e em muitos casos não será necessário substituir a prótese.

Anestesia local ou anestesia geral?

Um dos medos de algumas pacientes é a anestesia. Tradicionalmente, o aumento do peito é uma cirurgia que fazemos sob anestesia geral. Embora seja uma operação de pouco tempo, é aconselhável realizá-la sempre sob o controle estrito do anestesista na sala de cirurgia e em um centro hospitalar que tenha todas as medidas de segurança. Atualmente, temos a possibilidade de realizar essa cirurgia com anestesia local e sedação mínima, o que permite que o paciente esteja praticamente acordado durante toda a intervenção.

Tem alguma dúvida, escreva para nós

Confie sua aparência para nós escolher o procedimento certo para você

Tem alguma pergunta? Ligue para nós agora!

Tel:(11)-98398-0115